Job Hunting nos EUA (e o visto H-1B)

Depois de escrever bastante sobre job hunting no Japão (existem muitas peculiaridades, por sinal), falarei um pouco sobre job hunting nos EUA.

Na verdade, falarei sobre o processo de procura de emprego para quem precisa do visto de H-1B, e não sobre como conseguir emprego lá.

O H-1B é o visto de trabalho altamente especializado (ou seja, pessoas das áreas conhecidas como STEM — Science, Technology, Engineering and Mathematics). Obviamente, para você poder aplicar para este visto, é necessário que você tenha no mínimo graduação e uma oferta de trabalho de uma empresa americana ou uma empresa multinacional com atividade nos EUA.

Por causa do número excessivo de aplicações, o governo americano faz uma loteria para escolher os aprovados para o visto. Sim, um processo completamente aleatório. Basicamente, o processo funciona mais ou menos assim:

  • Você deve ter uma oferta de trabalho formal até meado de Março
  • A empresa deve fazer algumas burocracias que demoram cerca de 10 dias
  • O governo americano abre o período de aplicações no dia 1 de Abril
  • A empresa entra com a aplicação
  • O governo americano fecha o período de aplicações cinco dias úteis depois. Se o número de aplicações for menor que o número de vistos previsto no “cap” definido por lei, o período de aplicações fica aberto até esse número ser atingido
  • Quando o período de aplicações fechar, se o número de aplicações for maior que o cap, a loteria computadorizada é utilizada:
    • Primeiro, 20.000 vistos para formados em Mestrado em alguma universidade americana são sorteados (o chamado “Master’s quota”)
    • Os formados em Mestrado que não forem selecionados por esse sorteio são colocados junto com o restante dos aplicantes
    • Em seguida, 65.000 vistos são sorteados
    • Dizem que ter mais de uma aplicação (feita por mais de uma empresa) não aumenta suas chances na loteria
  • O governo americano começará a processar as aplicações logo após a loteria. Para os empregadores que aplicaram usando o Premium Processing (ou seja, pagando mais para o processamento ir mais rápido), em geral o resultado inicial chega até o final de Abril. Para o restante, o resultado demora um pouco mais
  • Depois do resultado, o governo americano começará o processamento de cada aplicação de verdade, e o resultado em geral sairá em Junho ou Julho
  • Com os documentos em mãos, você deve ir para a Embaixada ou Consulado pré-definido para carimbar o passaporte. Você só pode ir lá a partir de três meses antes da data prevista de início do visto (ou seja, faltando menos de 90 dias para o início do visto)
  • Você só pode começar a trabalhar em Outubro, no mais cedo

Ou seja, você deve estar com uma oferta formal no meio de Março para início do trabalho em Outubro. Se você não for selecionado, infelizmente você terá de esperar mais um ano para tentar novamente.

Esse post vale apenas para quem não tem nacionalidade americana ou residência permanente, mas vale para quem está estudando nos EUA e quer trabalhar por lá. Quem for trabalhar em locais como universidades, podem conseguir o H-1B sem precisar passar pela loteria, mas se for mudar de emprego para algum lugar que não está isento, deve passar pela loteria. Por fim, esse visto é “dual intent”, ou seja, ele permite que você entre nos EUA com intenção de tirar a residência permanente (o famoso Green Card) e tirar a nacionalização.

Anúncios