Reajuste do valor da bolsa de estudos em 2012

A bolsa de estudo do Monbukagakusho será reajustada este ano novamente. Eu não recebi a notificação oficial ainda, mas ao que parece, o valor base da bolsa de graduação vai para ¥117.000 e da bolsa de pesquisa vai para ¥143.000. Os valores relacionados a localidade e continuam os mesmos, ou seja, um aluno de Hongo ou Komaba terá um acréscimo de ¥3.000. Os mestrandos terão um acréscimo de ¥1.000 (em cima do bônus de localidade), e os doutorandos ganharão ¥2.000 a mais (¥1.000 a mais que um mestrando).

Anúncios

3 pensamentos sobre “Reajuste do valor da bolsa de estudos em 2012

  1. Heey, como consigo uma bolsa para Universidade de Tóquio? Obs: tenho 15 anos. O que significa que tenho 3 anos até poder ir pro Japão e nesse tempo pretendo estudar Japonês. Eu sou fluente em inglês e espanhol, não sei se isso ajuda… Caso não consiga uma bolsa, gostaria de saber o custo da faculdade no total. Pode me ajudar? Obrigada.

    • Olá!

      Bem, antes de mais nada, eu já vou pedindo desculpas antecipadamente porque provavelmente eu vou jogar um balde de água fria como eu sempre acabo fazendo para quem me pergunta sobre vir para o Japão para a graduação. Eu pessoalmente não acho muito legal fazer isso, mas acho que é bom para futuros vestibulandos saberem qual é mais ou menos a situação real das coisas, as chances de conseguir, etc. Mas claro, não custa nada tentar, e no que der eu posso tentar dar uma força!

      Então, indo para o que interessa, para vir para a Universidade de Tóquio para a graduação, existem basicamente essas 3 opções:

      1- Vir com a bolsa do MEXT (link): A bolsa do MEXT (Ministério de Educação japonês) é mais ou menos o que está escrito no site do Consulado no que diz respeito a como é o processo seletivo, condições da bolsa, etc. Aliás, os diversos Consulados japoneses no Brasil podem tirar dúvidas melhor que eu sobre esta bolsa.

      O que eu posso dizer é que se você quer especificamente a Universidade de Tóquio, pode ser um pouco difícil com essa bolsa (não impossível, obviamente). Além do processo seletivo ser extremamente competitivo (em geral passa um candidato por ano), depois que você vem para o Japão, você tem mais um ano de uma espécie de “cursinho”, e vai disputar as vagas das universidades top reservadas para bolsistas do governo com os bolsistas de diversos outros países. Você pode obviamente tentar também outras universidades que não a Universidade de Tóquio ou Kyoto por exemplo, mas nesse caso, é questionável o quanto é melhor você estudar nessas universidades ao invés de uma USP ou Unicamp.

      2- Vir com a bolsa da Nippon Zaidan (link). Como a bolsa da Nippon Zaidan é só para descendentes de japoneses e eu pessoalmente não sei muito sobre ela, não vou falar dela. Mas eu sei que você tem que preparar um projeto de cunho social e apresentar para uma banca.

      3- Estudar na Universidade de Tóquio na graduação sem bolsa: Isso eu aconselho você fortemente a desistir. Não pelo preço, mas porque você terá que passar no vestibular daqui – e terá que saber além de japonês fluente (em 3 anos de estudos, as pessoas conseguem chegar em geral no pré-intermediário ou intermediário, o que é muito pouco), deverá saber também história japonesa, literatura japonesa e muitas matérias que não fazem parte do currículo do colegial japonês, como introdução a Cálculo. E ainda por cima, competir contra japoneses que têm uma média de estudo diário de mais de 8 horas por dia (se não me engano, acho que chega a superar 10 horas).

      A dica que eu dou para todas as pessoas que vêm me perguntar sobre bolsa de graduação no Japão é para não ficar preso na ideia de vir para o Japão, considerar fazer uma USP ou Unicamp, e depois tentar bolsas de pós-graduação aqui. Além deste ser um caminho mais fácil (que ainda assim não é tão fácil), eu acho que a USP ou Unicamp ajudam a desenvolver partes do seu perfil profissional que muito provavelmente você não conseguirá desenvolver no Japão, e que são interessantes ter para o mercado de trabalho.

      Para a bolsa de pós-graduação do MEXT (link), que é a que eu estou fazendo atualmente, ou para pós-graduação strictu sensu em geral, é bom você fazer alguma universidade que dê uma boa base teórica (como as estaduais paulistas ou as federais em geral), porque nessas bolsas você já estará fazendo pesquisa, mestrado ou até PhD. Então antes de mais nada, é importante você garantir que a sua graduação seja forte.

      Bem, é mais ou menos isso. Qualquer dúvida ou comentário, só dar um toque! Mas o bom de você já estar pensando no futuro agora é que dá tempo para você se planejar e construir o seu currículo para que as coisas fiquem mais fáceis no futuro, e que você tenha bagagem o suficiente para conseguir pegar as melhores oportunidades!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s