Tirando livros da biblioteca

Hoje foi a segunda vez que eu fui em uma biblioteca da Universidade de Tóquio, e primeira vez que eu fui para de fato tirar um livro. Desta vez, eu fui na biblioteca da Faculdade de Letras, prédio número 3 das Letras, primeiro subsolo. Aqui vai um pequeno guia de como se virar lá dentro:

  • Coloque qualquer material seu dentro do locker, depositando ¥100 que serão devolvidos depois. Se você não tiver ¥100, peça no balcão da biblioteca que eles emprestam;
  • Use seu cartão da universidade para passar pela catraca;
  • Procure o livro. Existem mapas e bibliotecários para te ajudar;
  • Quando encontrar o livro e for retirá-lo da prateleira, existem espalhados pela biblioteca uns marcadores de plástico para você colocar no lugar de onde estava o livro. Escreva o nome do livro, o código do livro e sua afiliação no papel, coloque o papel na lateral do marcado de lugar, e o marcador no lugar do livro;
  • Entregue o livro e a sua carteirinha da universidade para o bibliotecário. Você terá um mês para devolver o livro (pelo menos, para o livro que eu tirei, eu tenho esse período)

Para encontrar os livros disponíveis na universidade, vá para o sistema My Opac, entre com o seu código do usuário (10 últimos dígitos que você encontra na parte debaixo da sua carteirinha da universidade) e a sua senha. Depois de buscar pelo livro, ele mostrará nos resultados em quais campi e bibliotecas você pode encontrá-lo, se o livro pode ser retirado e se está disponível, etc.

Anúncios

Mais um post sobre teikiken

Depois de vários posts sobre teikiken (aqui, aqui e aqui), aqui vai um post sobre o que fazer quando o seu local de pesquisa não é o especificado no papelzinho que você recebe quando ingressa em um curso (que é o meu caso, já que eu mudarei para o campus de Akihabara).

Para isso, para os alunos da Graduate School of Engineering ou Graduate School of Information Science and Technology, vá para o prédio 8 de Engenharia, primeiro andar, nas janelas logo à direita na entrada. Lá, peça pelo Tsuugaku Shoumeisho (通学証明書), falando que seu campus é outro. Mostra sua carteirinha da universidade, preencha o que tem que preencher, e leve o papel que você receber para comprar seu teikiken.

Como eles retêm esse papel quando eu comprei o teikiken, quando eu tiver que renová-lo, eu atualizo este post falando como é o procedimento.

Início do doutorado

Essa semana começaram as aulas do doutorado, o rinkou, etc. Para o doutorado, como meu orientador do mestrado se aposentará em alguns poucos anos, eu mudei de laboratório. Agora estou no laboratório da professora Tanaka-Ishii, cuja pesquisa gira em torno de Linguística Computacional, mas mais voltado para Linguística.

Para o doutorado no meu departamento, eu tenho que fazer 20 créditos, sendo que 16 deles são de matérias obrigatórias (que incluem o rinkou e a pesquisa de doutorado). Basicamente, eu tenho que fazer 2 aulas de 2 créditos nos próximos três anos.

Por sinal, o período de matrícula das matérias vai de sexta-feira dia 7 de outubro até a outra sexta-feira, dia 14 de outubro, pelo UT Mate. Como meu número de aluno mudou, a senha nova do UT Mate pode ser pega junto com a nova carteirinha de estudante.

Quem quiser informações sobre as aulas que eu peguei no mestrado, clique aqui e aqui.

Nyuugaku Shiki (novamente)

Assim como no ingresso do mestrado, eu tive uma cerimônia de ingresso este ano. Mas ao contrário daquela vez, que foi em abril junto dos estudantes ingressantes em abril, dessa vez teve uma cerimônia apenas para os ingressantes de outubro em inglês, que aconteceu hoje no Auditório Yasuda das 10h às 11h.

O roteiro foi mais ou menos igual à outra cerimônia de ingresso e à colação de grau: pessoas falando, quase as mesmas músicas, etc.

Depois disso, eu fui para a secretaria do departamento novamente pegar a nova carteirinha da universidade e mais umas papeladas a serem entregues.