Terremoto

Ontem, dia 11 de março, aconteceu às 14:46 (JST) um terremoto de magnitude 9 da escala Richter e que chegou a 7 na escala Shindo em Miyagi, local em terra mais próximo do epicentro. Este terremoto, por sinal, foi mais forte que os de Kobe de 1995 e o Grande Terremoto de Kanto de 1923, chegando a ser o quarto maior da história.

Aqui em Saitama, onde eu moro, chegou a 5 graus da Shindo, então balançou bastante (só para ter uma ideia, o terremoto que aconteceu na Nova Zelândia teria uma intensidade na superfície de algo como 5 graus). Houve corte de água e luz aqui na cidade de Shiki; os trens pararam de funcionar e não dava para ligar para ninguém. Mas aos poucos tudo está voltando ao normal.

[Atualizado em 13/03/2011]:

A região costeira das províncias da região de Touhoku (nordeste do Japão) está em situação calamitosa por causa do tsunami que seguiu o terremoto. Já a parte mais ao centro do continente não sofreu tantos danos assim – pelo menos, os danos foram pequenos comparados à magnitude do terremoto. Mas com os danos causados às estradas, linhas de trem e outros meios de logística, é provável que haja certa escassez de mantimentos para a região.

A província de Fukushima teve problemas com os reatores nucleares, devido a problemas no sistema de resfriamente. Mas aparentemente, não há problemas com radiação em áreas a mais de 20 quilômetros de distância. Já em Chiba, devido a incêndios em refinarias de óleo, espera-se que haja chuvas ácidas na região e até em outras províncias próximas. Não que a chuva vá derreter tudo (entenda que chuva ácida é qualquer chuva que a água tenha pH menor que 7), mas é bom tomar cuidado, tentando não entrar em contato direto com a água da chuva. Além disso, a partir de segunda-feira (14), vai haver rodízio de blecautes de 3 horas em 3 horas para diversas localidades devido aos problemas nas usinas nucleares.

Ainda é possível que haja, além dos diversos tremores fracos que estão ocorrendo, terremotos fortes com magnitude maior que 7 graus da escala Richter, então quem mora no Japão deve se manter em alerta.

E por fim, a Agência Meteorológica Japonesa (JMA ou Kishouchou ou 気象庁) refez os cálculos e aumentou a magnitude do terremoto para 9 graus da escala Richter (antes era 8.8).

Para aqueles que estiverem no Japão e quiserem informações sobre o terremoto, veja aqui. E aqui tem um post bem completo do blog Tofugu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s