Clubes e atividades extra-curriculares

Aqui no Japão, existe uma cultura muito forte de clubes. Os clubes, aqui conhecidos como クラブ (eu já vi utilizarem o kanji 倶楽部 também, que tem a mesma leitura) e サークル, são uma parte importante da vida de estudante, existindo desde o ginásio e estendendo até a faculdade.

Existem diversos tipos de clubes, que podem ser: clubes de esporte como futebol, tênis, tênis de mesa, natação, atletismo, baseball arco e flecha e outros; clubes culturais como ikebana, shogi (xadrez japonês), fotografia, cerimônia do chá, caligrafia, teatro, intercâmbio internacional, línguas, debate e outros; clubes de música e dança, como coral, kei-on (軽音), shamisen, dança japonesa; e até clubes de serviço voluntário. Na língua japonesa, os clubes são chamados de um nome + bu (部). Por exemplo, 剣道部 (kendou-bu, para kendô), 弓道部 (kyuudou-bu, para arco e flecha japonês) e 国際交流部 (kokusai kouryuu-bu, para intercâmbio internacional).

Em geral, os alunos escolhem apenas um clube quando entram, e passam lá a eternidade. É muito difícil conciliar mais que um clube, já que em geral os clubes que entram em competições têm atividades (bukatsu ou 部活) todo dia depois da aula (houkago ou 放課後), e às vezes antes da aula e durante o intervalo do almoço. E claro, durante as férias de verão inteiras.

Mas uma boa maneira de se fazer amigos é de fato entrando em um clube, já que as pessoas são mais abertas com os membros do mesmo clube. Claro, nos clubes existe muito forte o esquema de hierarquia sempai-kouhai, mas eles devem dar uma folga para os estrangeiros.

Se você for da Universidade de Tóquio e quiser entram em um clube, alguns avisos. A maioria deles é no campus de Komaba, onde se concentram os alunos dos dois primeiros anos da graduação. Obviamente, a maior parte dos integrantes é de fato alunos dos dois primeiros anos, mas eles não farão distinção contra ninguém – existem clubes que pessoas não afiliadas à universidade participam, inclusive.

Caso vocês tenham interesse, ou vocês podem ir para o campus de Komaba no mês de abril e pegar os folhetos dos clubes que serão distribuídos por todo o campus, ou acessar este site (desculpem, só existe em japonês).

Showroom da Sony

Hoje, o Renan, o René e eu fomos para o showroom da Sony em Ginza (銀座, linhas Ginza, Marunouchi e Hibiya), no Sony Building (ソニービル) na saída B9 do metrô. Nos 5 andares do showroom, muitas coisas me chamaram a atenção.

Primeiro, o básico da Sony: Playstation 3, câmeras para foto e vídeo com resolução altíssima e cortinas que mostram uma projeção sem a necessidade de um projetor. Depois, no térreo, um display cilíndrico que mudava a perspectiva de acordo com a sua posição em relação ao display. Vejam o vídeo do Renan:

Por fim, outra coisa que eu gostei muito foi a TV 3D da linha Bravia. Funciona com óculos 3D ativos e, por mais que alguns efeitos ainda deixem a desejar, a maturidade do produto está muito alta, levando em conta que é apenas a primeira geração de aparelhos. Estou esperando ansiosamente pelas novas versões!

Mais informações:

Shabu Shabu

Depois de irmos para um karaoke em Kabukicho (歌舞伎町), Shinjuku para a despedida da Fátima e do Renan, resolvemos ir jantar em um shabu-shabu.

Para aqueles ainda leigos no assunto, shabu-shabu (しゃぶしゃぶ) é um nabemono – ou seja, consiste de cozinhar legumes, verduras, cogumelos, tofu e carne em uma panela de água quente, parecido com um sukiyaki, e depois molha a carne em um molho feito a base de shoyu ou um a base de gergelim (goma ou ごま). A diferença do shabu-shabu é que você deve mergulhar sua própria carne como se fosse um fondue de carne, e o nome do prato vem justamente daí. “Shabu-shabu” é o barulho que é feito quando se mergulha a carne na água (pelo menos essa é uma das teorias).

De qualquer forma, acabamos indo no Moo Moo Paradise (モーモーパラダイス) de Kabukicho, dois andares em cima do karaoke e uns 5 a 10 minutos da saída leste de Shinjuku. Tirando algumas pessoas peculiares que estavam no restaurante, o jantar foi muito bom! E foi comida à vontade (incluindo as carnes) por ¥1.890 para 90 minutos.

Shabu-shabu

Shunbun no Hi

Hoje é o Shunbun no Hi (春分の日), o equinócio de primavera – um dia para a admirar a natureza e expressar o amor às criaturas vivas (poético, não?). E também, hoje seria feriado se não fosse domingo. Como é domingo, a lei japonesa passa o feriado para a amanhã, segunda-feira!