Pré-Embarque II: Mala

Ok, o problema de muitos sempre vem à tona: como enfiar tudo o que você precisa para sabe-se-lá-quantos anos em 2 malas de 32kg (ou 23kg, depende da companhia). Aliás, a pergunta melhor é: o que colocar na mala?

Alguns itens necessários:

  • Roupas normais
  • Materiais de higiene
  • Remédios (cada um com devida prescrição médica!)
  • Óculos para quem usa
  • Toalhas e roupas de banho, talvez
  • Roupa de cama
  • Chinelos, tênis e outros calçados
  • Roupa social. No caso dos homens, terno azul escuro (azul escuro é a cor chique), com gravatas branca para casamentos, preta para funerais e de outra cor para situações cotidianas. No caso das mulheres, um terninho com uma saia compridinha deve dar, mas eu sei lá
  • Omiyages
  • Livros para estudo, caso você vá fazer pesquisa e precise de sua bibliografia
  • Comida
  • Fotos (muitas 3×4 e 3,5×4,5)
  • Cartão de visitas (meishi ou 名刺)
  • Computador, cabos, câmeras fotográficas e outras quinquilharias

Mas atenção! Deixem para comprar roupa no Japão, principalmente as de inverno. As blusas do Brasil não esquentam o suficiente para um inverno de 0°C ou menos. Quanto aos omiyages, eu farei um post especialmente para eles!

Em relação à comida, eu pessoalmente não coloquei nada na mala. Se você achar que não consegue viver sem uma comida x, aconselho você a levar, mas sempre tomando cuidado com o que pode eventualmente ser barrado na alfândega. Já em relação à roupa de cama, é sempre bom perguntar antes para o seu dormitório se eles já fornecem ou se você tem que levar alguma coisa daqui. No caso do alojamento Soshigaya Kokusai Kouryu Kaikan em Tóquio, eles já fornecem.

Na mala de mão, principalmente se ninguém for te buscar no aeroporto como é o caso dos bolsistas do Monbukagakusho, você deve levar roupa para uns 2 ou 3 dias além de todos os documentos (passaporte, e-ticket, fotos, documentos, telefones de contato, etc). Isso porque é mais prático você enviar suas malas por takkyubin (宅急便) para seu alojamento. Além disso, os líquidos na mala de mão devem estar em frascos que não ultrapassem 100ml (este é o volume máximo do frasco!) e envoltos por saco plástico.

Para fazer a mala, tente colocar as coisas mais pesadas no fundo. É bom enrolar as roupas para que elas amassem menos e ocupem menos espaço também. Eu também acho interessante separar as roupas nas duas malas, caso uma delas seja extraviada, de modo que só com uma mala você consiga viver um tempo. Existem também dicas como a de colocar roupas íntimas na parte de cima para quando um agente da alfândega abrir a mala, mas cuja eficácia é contestável.

Por fim, se for levar uma quantidade razoável de dinheiro vivo, um porta-dólar sempre é bem-vindo!

E boa sorte para fechar a mala!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Pré-Embarque II: Mala

  1. Dinheiro vivo? Um cartão internacional não ajuda não? xD
    Agora, é mesmo necessário material de higiene? Não seria mais fácil comprar lá? Ou é tão diferente dos daqui?

    • Bem, cartão internacional ajuda também. Mas é sempre bom levar um pouco de dinheiro caso o cartão não funcione.

      E se for para vir para o Japão, melhor deixar trazido um pouco de material de higiene para passar alguns dias… Mais pela viagem e porque em geral bolsistas não têm tanto tempo assim nos primeiros dias para sair fazendo compras de material de higiene

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s